A criança é a expressão viva do amor de Deus. Amor sem cobrança, sem barganha, sem interesse. Amor que tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo tolera (1 Corintios 13:7)
A criança ama quem a corrige; corre para o colo do pai ou da mãe que acabou de lhe dar uma bronca porque é ali que encontra conforto e confiança.
Amor de criança não tem remorso, não tem rancor.
A única coisa que pode corromper a pureza deste amor é a perversidade do adulto.
Não é preciso amaldiçoar uma criança com palavras torpes para ensiná-la ou corrigi-la. A violência física nunca será um método eficaz na formação do caráter e da personalidade de uma criança.
O amor é o único caminho.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

DONA ARANHA

video

Quase toda semana João chega cantarolando uma nova canção que aprende na escola e causa tremendo alvoroço, principalmente entre a mãe, tias e avó, que ficam insistindo para que ele cante mais uma vez. Mas, o artista é temperamental e não costuma ceder com facilidade a esses apelos. Só há um argumento que o faz atender aos pedidos de "bis". É quando a mamãe lhe diz: "Vamos gravar?" Aí, ele não resiste!

Nenhum comentário:

Postar um comentário